sábado, 6 de agosto de 2016

Testei - Midollo di Bamboo Alfaparf

Testei - Midollo di Bamboo Alfaparf



A resenha de hoje é para quem está começando se aventurar nos tratamentos profissionais ou está procurando uma opção de reconstrução mais em conta. Alfaparf Midollo di Bamboo segundo a fabricante: “Tratamento vitalizador condicionador para reparar e fortalecer os cabelos frágeis, danificados e fracos. A ação bio reconstrutora do extrato do bambu, associado com os nano-complexos de oligo-elementos e proteínas hidrolisadas garantem o reparo total e completo da estrutura do cabelo. Repara os danos internos, reconstruindo as ligações de lipídios para manter a coesão entre a cutícula e o córtex e fortalece a superfície capilar deixando-os perfeitamente macios e flexíveis.Ingredientes para melhorar a estrutura capilar são lançados através de agentes especiais que carregam os mesmos apenas para as áreas que necessitam. O cabelo se torna saudável, brilhante e fácil de pentear.” Ela tem uma textura média (nem aguada nem muito consistente), por isso é fácil de espalhar nos fios úmidos, com um cheirinho cítrico que considero agradável. Quando aplico nos fios, sinto uma melhora no desembaraço, mas a primeira impressão que ela deixa é que não vai dar conta do recado. Deixo os 5 minutos recomendado pela marca e depois retiro, nesse momento já sinto uma leve diferença nos fios, mas começo a ver mesmo seu resultado quando o cabelo seca. Ele fica com brilho, uma melhora considerável na sua flexibilidade, facilita quando começo a pentear e depois de uns 2 meses de uso, percebi uma melhora na sua força (ajuda a combater a quebra excessiva).

Conclusão: é uma excelente opção de reconstrução para quem não tem danos graves nos fios, como uso de muito secador ou chapinha, mas para quem tem os cabelos extremamente danificados (como porosos ou com corte químico), acho que precisa de algo um pouco mais potente, pelo menos para intercalar. Quando meu cabelo está normal, sem excesso de tintura ou algo do gênero, ela quebra um bom galho. Principalmente porque tem uma formulação bem bacana, pois além da queratina tem ativos hidratantes e nutritivos, além de agir rapidinho (apenas 5 minutos ). Agora quando a coisa está mais crítica, acabo usando essa máscara até como condicionador, mas só recomendo para quem realmente conhece seus fios. Tem muita gente que quando começa a usar, acha que os cabelos ficaram rígidos e “estranhos”, isso não acontece comigo, mas se acontecer é porque a reconstrução foi muito forte para os fios. Para não perder a máscara, vale a pena misturar um óleo de tratamento para transformá-la em uma reconstrução/nutrição, que sempre acaba melhorando os aspectos negativos da reconstrução. A média de preço dessa máscara nessa embalagem (bisnaga) varia entre R$ 44 a R$ 50.

Fonte: Testando Cosméticos
Categoria: alfaparf
Publicado em: Fri, 05 Aug 2016 14:00:17 PDT

Nenhum comentário:

Postar um comentário